Novo consumidor do ramo imobiliário

O Brasil é um país de jovens e com isso vários setores da sociedade precisou se reinventar para saber lhe dar com esse público, inclusive o setor da construção civil. Mas como será o novo consumidor do ramo imobiliário?

O Brasil é um país de jovens e com isso vários setores da sociedade precisou se reinventar para saber lhe dar com esse público, inclusive o setor da construção civil. Mas como será o Novo consumidor do ramo imobiliário? E como lidar com ele?

Ao falar em novo consumidor, nos referimos as pessoas que estão em busca do serviço imobiliário, hoje se vê que esses são cada vez mais jovens e responsáveis se comparados com a geração passada.

Uma característica desse novo público é o poder de comunicação e interatividade com o meio. Quando clientes da nova geração chegam até o mercado em busca de um produto, seja ele um celular ou uma casa, eles já veem munidos de várias informações, sejam elas relacionadas a preço ou a modelo.

O poder de ligar com a situação e conseguir manter um padrão de conversa formal com um profissional se tornou muito fácil graças aos adventos da internet. Além disso, muitos especialistas defendem que o novo consumidor muitas vezes possui o mesmo nível de conhecimento do representante da empresa.

É importante aqui lembrar a importância de possuir a capacitação profissional necessário, não com o intuito de colocar o cliente contra a parede, mas mostrar para ele que apesar de ter conhecimento sobre o assunto, existem questões que apenas ele como profissional pode resolver.

Comunicação com o novo consumidor

Nesta hora é importante saber lidar com o poder de comunicação do novo consumidor, saber dialogar e falar a linguagem dele, criando assim um laço de confiança e de credibilidade. Ao interagir de forma positiva com o jovem cliente, o profissional será capaz de entender como funciona a relações mercadológicas.

Outro fato relevante é que o profissional saiba se valorizar, sempre deixando claro até onde o novo cliente entende do assunto, mostrando que ações de vendas, clausulas contratuais e alguns assuntos específicos são muito mais complexos e que não é apenas o conhecimento da internet que o tornam um especialista, mas sim sua formação.

Comments