Você sabe o que é o PROFUT? Grandes times de futebol possuem dívidas que geralmente ultrapassam milhões, pensando em ajudar esses clubes a limparem seu nome junto ao Governo Federal a então presidenta Dilma Rousseff sancionou em 2015 o PROFUT.

Você sabe o que é o PROFUT? Grandes times de futebol possuem dívidas que geralmente ultrapassam milhões, pensando em ajudar esses clubes a limparem seu nome junto ao Governo Federal a então presidenta Dilma Rousseff sancionou em 2015 o PROFUT.

O Programa de Modernização da Gestão e da Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro, nada mais é do que a possibilidade dos times de refinanciarem suas dívidas com o Estado. Com um prazo de 20 anos as entidades financeiras poderiam parcelar seus débitos e assim quitar as contas.

Em entrevista ao Rádio USP o professor Ary Rocco Junior da Escola de Educação Física e Esporte da USP explicou que mesmo tentando ajudar o Governo Federal criou uma contrapartida em sua proposta, ou seja, ele flexibilizaria as dívidas para os clubes, mas esses clubes deveriam demostrar que estavam adotando estratégias de governança. Tecnicamente a estratégia do Governo era que os clubes tivessem uma gestão mais profissional.

O texto, sancionado em 2015 pela então presidente, Dilma Rousseff, obrigava que os clubes de futebol estivessem em dia com suas obrigações fiscais e trabalhistas. Caso contrário, poderiam ser punidos até com o rebaixamento.

Porém em setembro de 2017 o ministro do Tribunal Federal Alexandre de Moraes suspende essas obrigações com a justificativa de que essas exigências feriam a “autonomia desportiva” e as punições não apresentavam “razoabilidade e proporcionalidade”, ou seja, era são duras demais.

Quase quatro anos após o Governo Federal sancionar a o projeto e “perdoar” dividas milionárias dos times, o Jornal Folha de São Paulo divulgou que aos menos 18 clubes voltaram a se endividar.

O valor na Dívida Ativa da União chegou a R$92,7 milhões referentes aos débitos tributários, previdenciários, Imposto de Renda, PIS, FGTS, INSS e CSLL. Algumas das entidades com a nova dívida são: Cruzeiro, Grêmio, Corinthians, Flamengo e Vasco.

Comments